DSC01283

Edio Lopes articula exclusão de Roraima do processo de privatização da Eletrobras

A Comissão Especial da Câmara que analisa o projeto de privatização da Eletrobras realizou mais uma sessão. Ao lado de outros parlamentares da Amazônia, o deputado federal Edio Lopes (PR/RR) se empenha e articula com o Governo Federal e com o relator da matéria, deputado federal José Carlos Aleluia (DEM/BA), a exclusão do estado de Roraima do processo de privatização.

De acordo com o parlamentar, o argumento da oposição à proposta foi bem recebido pelo relator. “Se a Amazônia é um caso a parte do resto do país em todas as questões, principalmente na energética, a situação de Roraima é muito mais preocupante”, destacou.

O deputado ainda ressaltou a falta de segurança no fornecimento de energia para Roraima, uma vez que vem da Venezuela. “Um país que do ponto de vista político econômico e social se degrada numa velocidade impressionante, não será surpresa se de repente, de forma unilateral, suspender o já precário fornecimento de energia elétrica”, disse, acrescentando também a dificuldade que o estado enfrenta com a não interligação com o Linhão de Tucuruí, haja vista o impasse com a comunidade indígena Waimiri-Atroari.

“Tenho sido contundente na afirmação de que a privatização da Eletrobras em Roraima é uma tragédia sem precedentes, e um verdadeiro atentado contra o meio milhão de habitantes que ali vivem. Mesmo porque ninguém se convence de que uma empresa privada que visa o lucro iria fazer pesados investimentos para levar energia em longínquas agrovilas e comunidades indígenas, além de ribeirinhos, pois o custo aplicado seria irrecuperável”, completou Edio Lopes.

Publicado em 11/04/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *