deputado Edio para facebook dia 31

Deputado defende criação de frente permanente para o combate ao contrabando

Em pronunciamento na tribuna da Câmara, o deputado federal Edio Lopes (PR/RR) falou sobre o contrabando e os prejuízos que causa ao nosso país. “Ontem ficamos aqui até às 3 horas da manhã discutindo um novo teto para o déficit fiscal de 2017 da ordem de mais de 20 bilhões de reais. Enquanto isso, em 2016, o Brasil perdeu 130 bilhões de reais com o contrabando, e nós, hipocritamente, fazemos de conta que não estamos vendo isso”, destacou.

O deputado citou como exemplo o Paraguai como porta de entrada de cigarros contrabandeados no Brasil. O produto é responsável pelo rombo de R$ 6,4 bilhões por ano na economia do país, em arrecadações e vendas da indústria. Nessa esteira, outros produtos são contrabandeados como agrotóxicos, medicamentos, equipamentos eletrônicos e diversas quinquilharias, em maioria, advindas do mercado chinês.

Em relação à fiscalização em aduanas, o deputado comparou o Brasil os Estados Unidos. Enquanto os Estados Unidos têm 22.274 agentes de aduanas para 11.992 mil quilômetros de fronteira com apenas dois países, o Brasil tem apenas 2.924, para 15.179 mil quilômetros de fronteira com 10 países. Desse total de fiscais, somente 806 agentes atuam em 34 postos terrestres de fiscalização.

Edio ressaltou, ainda, que é preciso criar uma frente permanente “agressiva” para o combate ao contrabando no Brasil. “Nós precisamos cuidar das nossas fronteiras. Precisamos exigir do Governo Federal uma relação mais rigorosa com os países que fazem fronteira com o Brasil”, completou o deputado.

deputado Edio para facebook dia 31

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *